amor de circo~cordel

eu e tu bem que podia sê artista de circo

nóis dois podia era sê equilibrista

num trapézio gigante

lá roçando as estrelas

eu me jogaria e tu seria a minha rede

depois nóis dois podia voar juntin

caminhar no chão feito de ar

equilibrá na corda bamba

fazê piruetas

os filhos que a gente tivesse

ia crescer tudo no circo e quem sabe todos quisesse sê artista

dançarina, mágico, palhaço, poeta

nossa família ia sê uma trupe e criar os espetáculos mais bunitos que este sertão já viu

nossa alegria seria arrancar risos do nosso respeitável público

e assim sê também feliz

Cris Menezes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s